segunda-feira, 16 de junho de 2008

The Times , This is London , O Modernismo nos anos 80


“Our Motivation was to produce the perfect pop album” Edward Ball , 1996.
Esta frase lança o desafio para uma audição ao disco “This is London” , editado em 1983 , segundo disco dos The Times. Um álbum mais consistente do que o seu anterior “Pop goes art!” , onde sobressai uma melhor produção , onde as influências de Kinks , Small Faces ou dos Creation continuam a ser o cordão umbilical , o que não impede que este disco tenha uma identidade própria.
Identidade própria essa acentuada na escrita de Ed Ball , um imaginário todo ele voltado para o estilo de vida dos anos 60 , Carnaby Street fonte de inspiração.


A nível musical o disco conjuga a influência dos anos 60 , desde o beat , exemplo a música “Stranger than fiction” , o Freakbeat sem cerimónias em “Whatever happened to thamesbeat?” , a new wave ritmada em “This green and Pleasant”, culminando o disco na excepcional música pop hooligan “(There’s A) Cloud Over Liverpool” , um autentico hino para se cantar em unissono numa reunião de familia , no Pub ou num antigo peão de um estádio qualquer da segunda ou terçeira divisão .


Destaca-se no álbum o excelente prestação do teclista Ray kent que imprime ao disco um revivalismo único , provocando no ouvinte uma viagem no tempo , directamente para os sixties.
Um álbum capaz de emular com todo aquilo que os The Jam fizeram de bom , um disco a descobrir sem falta.


e melhor que ler este texto é ouvir o disco em questão , é só seguir as coordenadas neste link : http://best-keptsecrets.blogspot.com/2008/06/times-this-is-london-1983.html

Um comentário:

lapa disse...

muito bem, bom post,